Luzes 47ªED. Palavra do Grão Mestrado

Grão Mestrado reflete sobre as dificuldades, perdas e aprendizados do ano de 2020 e com muito otimismo revela quais são as expectativas para 2021

Publicada por Benedito Marques Ballouk Filho

Publicada em 10/02/2021

O que podemos falar sobre o ano de 2020?

 

Foi um ano de exercício da paciência, superação e muito aprendizado. Um ano em que nós, no dia 27 de junho, assumimos o Grande Oriente de São Paulo em meio a uma pandemia que já nos assustava naquela época e continua nos assustando. Uma série de dificuldades, juntos às nossas Lojas, nossos Irmãos em que nós aos poucos fomos estabelecendo aquela parceria, aquele trabalho em conjunto, em busca de uma verdadeira fraterni-

dade entre nós, em busca de uma paz, uma harmonia, uma concórdia entre todos de todo o Grande Oriente de São Paulo. Podemos dizer então que esse ano é um ano de aprendizado, um ano de superação, e um ano que ficará marcado em nossas vidas como um ano do improvável. Um ano daquilo que a gente nunca imaginou que pudesse acontecer. Estamos chegando ao final dele, com muita dificuldade, muita luta, e muito trabalho. Tivemos algumas perdas irreparáveis nesse período. Irmãos que nos deixaram por conta dessa pandemia, mas que nós temos que seguir a vida. É um aprendizado que temos que tirar disso tudo. Temos que fazer o que é necessário, e realizar aquilo que é fundamental, não só dentro da Maçonaria, mas também de nossas vidas, para que possamos evoluir como seres humanos. Assim devemos encarar o ano de 2020: aprendizado e superação.

O que falar de 2021? Sempre pensar positivo. Será ser um ano diferente, vamos ter que colocar em prática o aprendizado que ainda estamos vivenciando nesse ano de 2020. Será um ano em que teremos que fazer do limão uma grande limonada, doce, gostosa, que todos possam saborear. Um ano que iremos poder integrar cada vez mais as nossas Lojas, os nossos Irmãos. Um ano em que vamos poder colocar em prática uma série de projetos em prol do nosso Grande Oriente de São Paulo. No ano em que a gente vai poder trabalhar bem próximo dos Irmãos. Talvez não próximos fisicamente no começo do ano, mas próximos espiritualmente, decoração, para que possamos em conjunto realizar o trabalho que tem que ser realizado. Nós entendemos que o ano de 2021 será um ano que vai nos fortalecer e sedimentar a nossa potência independente, o nosso glorioso Grande Oriente de São Paulo. Será um ano de muitos desafios, pelo que passamos em 2020, pelo que estávamos passando, mas será um ano em que nós vamos ter condições de, em união com todos, sedimentar cada vez mais a nossa potência. Apesar de tudo o que estamos passando, estamos vivendo, será um ano para termos muita esperança de poder fazer esse

 

trabalho em conjunto com todos. Queremos aqui também desejar aos nossos Irmãos, familiares, cunhadas, sobrinhos, sobrinhas, enfim, a todos, Boas Festas, com muita paz, saúde, e muita alegria. Que sejamos alegres apesar das nossas dificuldades, que possamos sorrir para as nossas famílias. Que possamos ter o sorriso no rosto para que todos tenham o otimismo necessário para poder buscar os seus objetivos no ano de 2021. Que seja um Natal pensando na essência desta comemoração; renascimento. Pensando no Jesus vivo, e pensando no que significa o relacionamento humano e o que significa o relacionamento em nós Irmãos e Lojas do Grande Oriente de São Paulo. Que nossa família maçônica tenha muita paz, saúde e muita fé nesse ano de 2021. Isso é o fundamental para que possamos seguir em frente, com muita alegria, felicidade, paixão e muito amor entre nós. E, principalmente, com a essência da Maçonaria, para que possamos exercer cada vez mais essa fraternidade aos nossos Irmãos. É isso que pedimos e desejamos a todos. Boas Festas, com nosso Tríplice e Fraterno Abraço.